CONCURSO SEDE DO IPHAN EM BRAS?LIA




O LOCAL
O terreno destinado à sede do IPHAN fica na continuidade do eixo monumental, para além das áreas do poder, numa áera ampla onde o cerrado ainda se mantém, numa completa mudança do caráter urbano, do monumental ao bucólico. As demandas da cidade exigem novas áreas urbanizadas, ainda que os baixos índices de potencial construtivo indiquem uma vontade subjacente de preservar a paisagem e tal caráter bucólico, um quase não edificar...

A SEDE
Nossa proposta é mais uma operação geológica que arquitetônica: o dobrar-se da superfície do terreno, de modo a elevá-la em aclive suave numa de suas faces, dando continuidade à superfície verde original, mas criando, sob esta dobra, um delicado e amplo espaço para o Instituto. O plano inclinado, elevando-se desde a via interna do loteamento até a Av. de Ligação, promove uma transição da escala diminuta do loteamento até a presença marcada na via urbana. Nisto, a atividade interna do Instituto abre-se à cidade, exibindo a biblioteca, o arquivo, eventos, exposições...

No interior deste acidente geológico, o programa se organiza de forma simples em três níveis, ou camadas sobrepostas: No semi-enterrado as áreas de apoio, garagem e laboratórios de restauro, isolando os inconvenientes de cheiro e barulho e ligando estes usos diretamente aos espaços de descarga. No térreo, os escritórios, numa ampla área livre totalmente flexível às futuras demandas da organização administrativa da instituição, com conexões diretas entre suas partes. Apenas a presidência desloca-se deste maciço, separado por um saguão, que identifica o caráter específico de sua atividade, ainda que facilmente acessível pelas outras seções. Este nível também facilita o acesso cotidiano pelos funcionários, seja pelas áreas externas ou pela garagem no subsolo.

Por fim, elevados, abrindo-se em amplas passagens ao plano inclinado, as atividades de interação. Um extenso saguão faz as vezes de eixo de circulação conectando os diversos setores da área biblioteca, arquivo, teatro, lojas, café, e funcionando também como espaço de encontros e eventos, como exposições temporárias, pequenas apresentações, etc., O plano inclinado, altamente conectado com a interação, funciona como sua extensão ao ar livre, permitindo também a realização de eventos no amplo jardim que conforma. Em seu ponto mais alto, dadas as características horizontais do entorno, é possível desfrutar das vistas do lago, do eixo monumental, de partes da cidade enfim, em última análise, ela também um patrimônio protegido pelo Instituto.

Beatriz Nachtergaele, Baldomero Navarro e Fausto Natsui

Paisagismo: Panorama Arquitetura da Paisagem (arq. Patrícia Santana)
Consultoria Estrutural: Práxis (Eng. Marcos Carvalho)
Modelo 3D: César Benevento Jr.